quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Inundação das Termas de Chaves

Tâmega galga margens da zona ribeirinha



No espaço de um mês é a segunda vez que o rio Tâmega transborda, inundando a zona ribeirinha de Chaves.


Rodeado de água por todos os lados, o edifício onde termalistas e turistas vão beber a água das termas, foi o mais afetado pela inundação.


À hora do almoço do dia 25 de fevereiro o nível das águas continuava a subir...


A zona de banhos, mais elevada, estava, contudo, a salvo da cheia.





Parque infantil flutuante!


Ponte engenheiro Barbosa Carmona, nome que pretende homenagear o ministro das obras públicas que a mandou construir em 1949.


Mas os flavienses conhecem-na pelo nome de "Ponte Nova" apesar de entretanto terem sido construídas a ponte de São Roque e a ponte pedonal.





Ciclovia submersa



Flor de camélia no jardim das termas.




































Margem Esquerda

Bairro da Madalena










1 comentário:

aa disse...

Esta série de fotos demonstram bem o 'estado' da zona ribeirinha de Chaves após a saída das águas do rio Tâmega do seu leito...
Estive em Chaves há 8 dias atrás e tudo decorria na normalidade... de repente... o Tâmega galga as margens e invade outros espaços e edifícios fazendo bastante estragos, deixando de embelezar a cidade e passando a ser o 'inimigo' dos habitantes da zona ribeirinha de Chaves e dos seus comerciantes...
E a chuva parece que não está para nos 'dar descanso'...

Bom fim de semana para si!
Cmc's
AA