sábado, 28 de março de 2009

Cantadeiras do Planalto Mirandês





Simpáticaa avózinha transmontana com quem me cruzei em Ifanes e reencontrei mais tarde, em Paradela, na sardinhada junto à capela de San Martinico. Chama-se Maria José.



Quem não teve uma mãe ou uma avó que lhe cantasse e encantasse?
A gravação dos vídeos foi feita em São Joanico, concelho de Vimioso, a seguir ao Jantar de São Martinho, organizado pela AEPGA. Clicar em Cena de San Martino para ver a postagem feita no blogue sobre esse jantar micológico.

Apesar de já se terem passado alguns meses, como me agradam os cantares tradicionais e a voz da 'avó' Avelina, de Caçarelhos, penso que nunca é tarde para divulgar na Internet a riqueza do património humano e musical de Trás-os-Montes.


video
Como não conheço o nome desta música e não encontrei na Internet informação que me esclarecesse, resolvi atribuir-lhe o título de :
Sou Portuguesa
.
video
Clicar no nome da marcha para ver a letra completa
Marcha de Vila Real
Coro

Vila Real, oh que linda és
Tens o Corgo aos pés, em adoração
Vila Real, como és gentil
Canta-te Cabril, beija-te o Marão


La Çarandilheira
video

A Sarandilheira – La Çarandilheira em língua mirandesa – é uma conhecida música de Caçarelhos, concelho de Vimioso, divulgada fora das Terras de Miranda do Douro, graças à extraordinária interpretação de Né Ladeiras e aos Gaiteiros de Lisboa, entre outros grupos urbanos que a cantam. As duas avozinhas, no vídeo, chamam-se Avelina e Adélia Garcia.

Numa pesquisa na Internet não encontrei a letra da "La Çarandilheira", nem o significado da palavra em dicionário de mirandês. No entanto no Forum da Língua Mirandesa é dada a informação que 'çarandilleira' é a mulher que usa a saranda, instrumento com crivo utilizado na eira para separar o cereal da palha.
Em dicionários de português encontrei os verbos sarandar e sarandilhar com o significado de criança ou mulher irrequieta, sem nada para fazer, que não se fixa numa tarefa em particular. Este significado também é referido no Forum.
Embora a sarandilheira seja a mulher que na eira usa a saranda, a canção parece referir-se àquela, como a 'pobrecita Inês' , que gosta de sarandar, divertir-se, ir a festas e merendar com as amigas. Antigamente, na Quinta-feira antes do Carnaval, até havia o costume da merenda das comadres em que as mulheres, sem os maridos, se sentiam bem.
De pesquisa em pesquisa descobri o Cancioneiro de San Andrés de Teixido, Galiza. Nele faz-se referência à versão de um romance conhecido pelo nome de Tres Comadres, do qual transcrevo alguns versos, pela semelhança que têm com a letra de La Çarandilheira.
Elas eran tres comadres e dun barrio todas tres, fixeron unha merenda para ir ó San Andrés. Unha puxo vinte ovos outra puxo vintetrés, outra puxo unha empanada coas cortezas ó rives .... .... Alá pola media noite todas falaban inglés. Unha dixo pola lúa: "Mira que doblón de a dez". Outra pola pel do viño: "Mira que neno sin pés". Aló pola media noite chega o marido de Inés, palos nunhas, palos noutras, palos levan todas tres.


O santuário de Santo André de Teixido rivaliza com Santiago como lugar de peregrinação. Entre ambos há rivalidade e ciúmes. "André representa o pobo, a tradición, o elemento autóctono, o agachado e o paganismo; Santiago, ás avesas, o cabaleiro, a invasión, o oficial e a ortodoxia."
Na Galiza também há um dito que diz:

Concluindo, para compreender a cultura raiana é preciso ir ao outro lado da fronteira política procurar as raízes de uma cultura com laços comuns. Se juntarmos Caçarelhos, marranos e mercadores montados em burros, talvez possamos começar a perceber o percurso feito pela música La Çarandilheira até à aldeia.

7 comentários:

Anónimo disse...

Hi, I like your photos a lot. I am a big fan of travelling and taking pictures as well so here I my favourite picture from Croatia: http://www.odyssei.com/travel-gallery/88093.html (beautiful beaches, beautiful sea!) ).  I think I will come back here, so see ya later!

JORGE DELFIM disse...

Gostei muito dos videos. lindos cantares tradicionais. excelente esta postagem. Parabéns!

Um Abraço!


Jorge Delfim

Anónimo disse...

Adorava ajudar-te neste pesquisa.
A cantora Né Ladeiras,possui um album chamado Traz os Montes.
É uma pesquisa profunda por esta região.
Nesse album,encontra-se,a letra de "La Çarandilheira",na intrega,nessas palavras...

Mesmo que não tenhas o album,aconselho a comprares ou pedires emprestado.
Abraço!

Anónimo disse...

oLá bom dia! é engraçado porque pelo pouco que pecebo da letra parece-me que fala de um ritual (eu interpreto assim).Todas as tradições se baseavam em rituais...se calhar disfarçados. tambem adorava encontrar a letra para perceber melhor a musica, so a ouvi ontem e apaixonei-me! obrigada Catarina Taborda

Anónimo disse...

Hello. And Bye.

Gabriel disse...

Creio que estava com dificuldade em encontrar a letra, aqui está ela ;)

la çarandilheira

se ajuntaram as tres comadres
la çarandilheira
na função del santo andré
çarandilha-andar çarandilha-ai-és
a fazer uma merenda
la çarandilheira
e de um barrio todas tres

uma lleva nove panes
tocavam cada uma tres

outra lleva trinta uovos
la çarandilheira
tocavam cada uma uma diez

outra lleva un pellerjito?
de dous cantaros ou tres
e de alli a um bocadito
la çarandilheira
chega el marido da ines

palos numas palos noutras
la çarandilheira
palos doam todas tres

PEREYRA disse...

Obrigado, Gabriel!